Páginas

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Utilidade pública


Não sei se é fato comum, mas na minha casa e no apartamento da minha mãe, o mofo nessa época de chuva causa muitos danos a saúde de quem mora no local, então vou postar aqui uma lista de cuidados com ambientes fechados, livros e roupas que são o que mais frequentemente sofre a ação do mofo:

Algumas medidas preventivas podem ser tomadas com intuito de evitar o surgimento do mofo em casa:

  • Retire tudo que favoreça a proliferação do mofo como tapetes, cortinas e carpetes das áreas de maior umidade da casa, isso tudo abafa e compromete a circulação do ar.
  • Não deixe que a mobília fique colada na parede, deixe pelo menos cinco centímetros de distância entre móvel e parede para favorecer a circulação.
  • No caso de armários embutidos, verifique se a empresa de móvel planejado já prevê a instalação de placas de isopor na parede, ou então se deixará uma distancia razoável entre a parede e o fundo do armário.
  • Se você já percebeu a presença do mofo nas paredes, esfregue o local com uma mistura de medidas iguais de água e vinagre, o velho e bom vinagre tem ácido acético que tem capacidade de combater o fungo.
  • Se o mofo estiver no azulejo, misture cloro com água e deixe agir por 5  minutos, depois enxágüe com água.
  • Vale sempre lembrar, deixe a casa sempre ventilada, especialmente as áreas úmidas, como banheiro e cozinha. Como podemos ver, seja onde for, a ventilação sempre é a palavra chave quando se trata de mofo.

Nas roupas
Para evitarmos o aparecimento do mofo em nossas roupas seguem abaixo algumas dicas.

  • Peças pesadas como casacos devem ser expostas ao sol a cada 6 meses
  • Guarde as roupas no armário quando tiver a certeza de estarem totalmente secas, e nunca dentro de sacos plásticos
  • Roupas guardadas por muito tempo devem ser lavadas, mesmo que não tenham sido usadas.


Se você já percebeu as marcas deixadas pelo mofo em suas roupas, só resta agora é eliminá-las das seguintes formas:

  • No caso de mofo em roupa branca, deixe a peça de molho em alvejante.
  • Para retirar mofo de tecido colorido, umedeça a peça com suco de limão
  • Para retirar mofo de seda ou sintéticos, lave a roupa com leite em enxágüe com água
  • Se o tecido não for delicado, esfregue na roupa uma mistura de sal, vinagre branco e suco de limão e coloque a no sol.
  • Tecidos delicados devem ser lavados com leite e, depois com água e sabão neutro.


Essas dicas servem também para edredons, lençóis, toalhas de banho, e outras roupas da casa que podem aparecer com essas indesejáveis marcas. Afinal não dá pra agüentar o cheiro, tão pouco a mancha do mofo em contato com nossa pele.

Nos armários
Agora se o mofo já se instalou em seu armário, acredite, um pedaço de giz pode resolver. Ele ajudará a eliminar a umidade (que bom se todos os problemas pudessem ser facilmente resolvidos assim).

Para evitar o aparecimento do mofo seria ideal que cada parte do guarda-roupa tivesse uma área para circulação de ar. Encontramos facilmente em lojas de material de construção ou naquelas especializadas, tipo faça em casa umas respiradeiras que podem ser instaladas no fundo desses locais, facilitando a circulação do ar.

  • Periodicamente, é indicado que os armários sejam limpos com produtos anti-mofo.
  • Em dias ensolarados deixe as portas dos guarda-roupas aberto por 15 minutos.
  • Coloque um litro de vinagre fervido dentro de um recipiente e deixe no guarda-roupas por 3 horas, isso ajudará a limpar o local.
  • Passe nos locais do armário que estiverem manchados uma mistura de água sanitária e água, na mesma proporção.
  • Verifique se não há infiltrações na parede onde o móvel está encostado.
  • Em locais muito úmidos, são indicados 15 minutos diários. Sempre que possível, deixe as gavetas e portas abertas para circular o ar.
  • Coloque um pedaço de giz ou carvão nas gavetas, pois o cheiro de mofo sumirá após 1 semana.
  • Para evitar o contato deles com sua roupa, coloque em saquinhos de TNT, ou mesmo num recipiente de vidro alto para não ter contato com suas roupas, desde que sempre permaneça aberto.
  • No mercado encontramos também produtos que se propõem a eliminar a umidade de armários, é só remover o lacre e deixar dentro do armário, depois de alguns meses ou assim que estiver cheio de água você o troca por um novo.
Nos Livros
Quando a gente abre um livro e percebe a presença de mofo, às vezes até com uma ardência no nariz, logo pensamos em nos livrar dele ou em limpar imediatamente, daí surge a dúvida, qual a melhor maneira de fazê-lo. 

Para passar longe dessa situação, algumas medidas preventivas podem ajudá-la, como:

 

  • Primeiramente escolha a estante para armazenar os livros aberta, pois facilita a ventilação evitando o aparecimento desse fungo.
  • Espalhe pedaços de algodão com terebentina perto dos livros e troque-os a cada dois meses, ou coloque cal virgem dentro de vidros abertos de boca larga até metade do recipiente e troque a cada seis meses.
  • Agora se o estrago já foi feito, use uma escovinha macia e passe um pouco de vinagre branco delicadamente, com cuidado para não manchar as páginas, e espere secar antes de fechar o livro e guardar.
(Fonte: inblogs.com.br)

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget