Páginas

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Meu pai me deu o primeiro pedaço de bolo :P

Mamãe sempre me diz o quanto sou especial, eu sempre sorria ouvindo isso, mas nunca havia parado para pensar seriamente nesta frase... "a mais especial", eu nem vivo com eles, como poderia ser especial?!

Sempre me perguntava, hoje ponderando a questão cheguei a seguinte conclusão: para ser especial na vida de alguém você não precisa necessariamente estar presente fisicamente lá, você só precisar ser a razão de algo muito importante.


E qual seria o motivo de ser tão especial? no meu caso? xD Eu fui gerada... e por causa desse fato em particular hoje minha mãe tem um lar ^_^ quando eu nasci ela não tinha mais mãe ou pai, nem casa tinha, por minha causa hoje ela tem uma família.

Por isso mesmo não morando lá, eu sou especial, ela não pôde passar muito tempo comigo para me conhecer e saber o que eu mais gosto de comer ou como eu gosto de vir com rosto na janela do ônibus a noite p/ ver aquele imensidão escura cheia de pontinhos luminosos e sentir o vento gelado batendo no meu rosto suado, ela pode não fazer ideia de como eu fico feliz quando ouço jazz/blues, ou como eu vivo com a cabeça nas nuvens inventando micro-romances, ela pode não ter ideia de um monte de coisas a meu respeito... mas ela lembra de como doeu p/ eu chegar aqui. Te amo mamys =*


Ah! Tirei fotos do meu tênis, finalmente -_- ele tá quase indo p/ o céu dos tênis coitado, mas eu vou continuar usando ele mesmo moribundo xD



Meu tênis undead muahuahua >.<

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget