Páginas

domingo, 12 de julho de 2009

Pensando no futuro à dois

Ontem eu estava um porre xD mas de positivo teve algo, os sonhos bobos de Amélia para o futuro. Até nome para minha "filha" eu pensei, se não for Hanna, será Maria Eduarda, gosto da idéia de chamar carinhosamente uma mocinha de Duda *-* Se for menino eu já não tenho idéia de um nome x_x"

Pensei na decoração da casa, nas cores e sensações do que mais me parece um "lar". A sala tem que ter um ar clean, tudo branco com alguns poucos detalhes pretos. Para cozinha uma coisa mais alegre, móveis brancos e utensílios coloridos, muitas, muitas cores contrastando com o branco predominante, meu sonho é que tenha uma geladeira Smeg bem "vistosa" e alegre, um estilo de cozinha americana, grande, iluminada, arejada, com aquela bancada bem no meio da cozinha. Não quero sala de jantar, por isso uma cozinha grande é o ideal.

Para o quarto do "casal", que não será apenas um =S meu namorado ainda não concorda de jeito nenhum com esta minha idéia "moderna" de cada um ter o "seu" espaço, mas sou individualista e preciso ter o "meu" quarto.

No meu, algo semelhante a cozinha, móveis brancos e detalhes coloridos, como almofadas coloridas e quadros coloridos, cortina branca, mesa do computador branca, e muitos detalhes coloridos em cima dela. No meu ateliê a semelhança ao meu quarto e cozinha é algo já óbvio ^_^

Para o quarto do maridão >_< móveis brancos, rodapé branco, teto branco e paredes pretas, tudo muito sóbrio, com um toque high-tech na mesa do computador, para combinar com o amor dele por tecnologia, uns 2 ou 3 quadros com alusão a games com molduras brancas sem detalhes, pois ele é muito nostálgico a infância e tem verdadeira paixão por games. Para os banheiros, algo semelhante ao quarto dele, paredes pretas com pastilhas brancas e movéis brancos.

Para o quarto da Hanna, nome que ele gostou muito, pois o significado em japonês o agrada, eu não lembro agora o que ele disse que significava =x mas era algo muito fofo, móveis brancos simples, paredes cor de rosa, piso branco, rodapé branco, teto branco e adesivos bem femininos em tons de rosa bebê e branco nas paredes, colcha de crochê e cortina branca cheia de babadinhos e fitas.
Três quartos, três banheiros, cozinha, sala, ateliê/escritório, varandinha pequena, quintal com plantas e flores, para minha bebê desde cedo aprender a colocar as mãos na terra e dar o devido valor aos alimentos cultivados por suas próprias mãozinhas ;_; isso foi tão cafona, mas eu me emocionei só de imaginar... hunf...

Ter um bichinho é uma idéia ainda não muito bem analizada, suponho que não terei tempo de cuidar de um labrador ou um dálmata, pois exigem muito carinho e atenção diária, mas um gato angorá talvez não seja problema, já que gatos são mais independentes. Um cachorro apesar do trabalho imensamente maior que demanda, proporciona alegrias e raivas proporcionalmente maiores. Ainda é um assunto a discutir. Talvez quando Hanna já estiver grandinha nós agregemos mais um bichinho ao lar, um labrador bagunceiro e barulhento para fazer companhia a gata angorá rabujenta e mimada da casa. Sempre que penso em gatos lembro do Garfield, tenho bem a personalidade de um gato como ele, rabujenta, individualista, mandona, comilona, mas com um coração imenso escondido atrás dos comentários irônicos. Uma gata angorá, com os traços de personalidade do Garfield e um labrador mais tranquilão, com surtos de 'barulhice' e infantilidade momentanhos, seria uma combinação bem "jimdavesiana" xD

Não quero ter empregada ou babá e como vida de professor é algo sempre muito corrido e cansativo provavelmente almoçaremos fora todos os dias, mas no fim de semana e feriados a cozinhona será o lugar alegre das reuniões de família e amigos, adoro a idéia da família junta cozinhando e arrumando a "mesa/bancada" para o almoço.

Adoro também a idéia da noite entre amigos juntos na cozinha, a música, o barulho da conversa e das risadas, todos juntos preparando alguma guloseima... Mas qualquer alusão a ter um estranho convivendo na minha casa diariamente me dá calafrios até hoje... por isso nada de 'funcionários do lar', me sinto incomodada e não fico a vontade dentro da minha própria casa quando estranhos transitam nela diariamente -_-" Bem, já chega de relatos dos meus sonhos para o futuro, por hoje =D outro dia falo mais a respeito dos sonhos de Amélia. Beijos, bom dia e bom fim de semana a quem tiver tido a paciência de ler algo tão imenso e brega a meu respeito. Grata por sua atenção!

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget