Páginas

quarta-feira, 10 de março de 2010

Sobre o momento atual


A PACIÊNCIA é uma disciplina difícil. Não se trata apenas de esperar alguma coisa sobre a qual NÃO TEMOS controle: a chegada do ônibus, o fim da chuva, o retorno de um amigo, a solução de um conflito. A paciência não consiste apenas em esperar ATÉ QUE alguém faça algo. ELA PEDE que vivamos o momento ao máximo, que estejamos completamente PRESENTES NO MOMENTO, que sintamos o aqui e o agora, que estejamos onde estamos. Impacientes, tentamos FUGIR de onde estamos. Comportamo-nos como se aquilo que esperamos fosse acontecer amanhã, mais tarde e em outro lugar. Vamos ser pacientes e crer que O TESOURO pelo qual procuramos está escondido SOB NOSSOS PÉS.

Henri Nouwen


É complicado as vezes tomar certas decisões, todo mundo erra, todo mundo titubeia em alguns momentos, mas se você quiser realmente agir com maturidade o melhor é assumir que assim não dá, que assim não pode ser, nem continuar sendo. Vai doer, você pode até não conseguir pensar com clareza enquanto as pessoas te cercam de expectativas quanto a sua decisão, dizem que não adianta fugir, eu acredito que fugir por um tempo as vezes é a atitude mais sábia.

Eu errei, o mérito da culpa é meu, mas eu aprendi que assim não se faz, não é só levar nas coxas e pensar que amanhã tudo se resolve "no fim tudo dá certo, se não deu certo ainda, é porque o fim não chegou" sempre que ouço isso me dá uma agonia sabe?! Parece que não tenho controle algum sobre os acontecimentos da MINHA vida, parece que as coisas vão acontecendo sem me pedir licensa e aí EU penso "Ô peraí, a vida é minha! Dá licensa?", pode parecer obvio pensar assim, mas eu sinceramente tô mais calma e aliviada quando estou livre de obrigações com os outros e sei que isso vai soar extremamente egoísta, mas "Ô peraí, a vida é minha! Dá licensa?".

E sim eu fugi, fugi para ficar livre... fugi para pensar e decidir sobre as coisas que são melhores para a minha vida.

Eu não sou um monstro de 7 cabeças, sou só uma menina tentando acertar, mas eu preciso ir ao banheiro, professor... não para checar a cola que está no meu bolso, eu poderia fazer isso aqui mesmo, eu preciso ir ao banheiro, professor, porque estou tão em dúvida da resposta correta que até as respirações em volta e teu olhar me cobrando poderiam me fazer errar... e eu não quero errar! Porque na vida não tem reposição, não tem recuperação, aquela é a nota e é com ela que você vai ter que viver, então eu preciso ir ao banheiro ficar sozinha, lavar o rosto, respirar e decidir o que é o certo entre as opções desta questão em particular. Porque sei que errei em outras e se eu errar em mais esta minha média cai... e com a média abaixo eu não passo de ano, vai ser um ano de vida desperdiçado a toa.

Fui ao banheiro pensar na vida.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget